Keblinger

Keblinger

BOX H apresenta: Valdir o “pipoqueiro.”

19 março 2010
Tudo que apresento aqui no Box H tem como objetivo fazer a pessoa pensar fora da caixa, sair da mesmice, revolucionar sua maneira de atuar e buscar constantemente a inovação.

É emocionante descobrir que tem gente assim, sem medo de ousar, criar, inovar e ser diferente.

Conheça agora o Valdir.

Quem é o Valdir?
Valdir tem 36 anos é casado e tem uma filha, nascido no interior do Paraná foi bóia-fria, tem a apenas a 4ª série do Ensino Fundamental, atualmente está cursando o Ensino Médio, acredita que estudar é fundamental para o crescimento profissional.

Objetivo
Ser o melhor e mais famoso vendedor de pipocas do Brasil.

Localização
Praça Tiradentes, centro de Curitiba, onde instalou seu carrinho de pipoca que chama de NAVE.

Estratégias

Atendimento
Amável, simpático, elegante e proativo, sempre começa com um comprimento e uma rápida pesquisa de necessidades do Cliente, oferece uma degustação dos três tipos de pipoca. (normal, doce e bacon).

Higiene
É uma das suas maiores marcas. Dedica 3 horas por dia para na limpeza do seu carrinho, desculpe NAVE, usando detergente neutro e álcool. Aos sábados faz uma limpeza detalhada. Nenhum contato manual com os produtos e insumos. Sempre está de uniforme, que é totalmente branco e é trocado diariamente. Para que os Clientes percebam isto no bolso do jaleco é bordado o dia da semana.

Qualidade
Só utiliza produtos de primeira para fazer suas pipocas, óleo de girassol ou canola da marca Lisa, bacon da Aurora, achocolatado da Nestlé e o saquinho da pipoca é plastificado, para não engordurar as mãos dos Clientes. Oferece também um kit-higiene embalado em saco plástico com guardanapo, palito de dente e uma bala de hortelã.

O carrinho - “nave”
É diferente, tem revestimento externo em alumínio e interno em fórmica branca, pintura automotiva, adesivos profissionais, vitrines amplas e translúcidas e ampla área para estoque. Utensílios são em aço inox (pegadores, saleiro), as panelas são da marca Rochedo, bolsa térmica para armazenar chocolate, açucar e o bacon, lixeira acionada por pedal. 

Gestão
Gerencia a produção e as finanças diariamente através de planilhas eletrônicas, acompanhadas por métricas de resultados e gráficos, com totais vendidos, atendimentos, sugestões, etc. Reinveste 30% da receita mensal no negócio e determina objetivos diários para crescimento.

Marketing
Posturas mercadológicas: cartão fidelidade, diferencial no atendimento, inovação no conceito de pipoqueiro, facilidades de pagamento (cartão de débito/crédito), ser referencial turístico oficial da cidade, criar imagem de único, criar parcerias, expandir o conceito, criar fidelidade e gerar recomendação.

Responsabilidade Social
Uma vez ao mês participa de uma ação social no Pequeno Cotolengo do Paraná, contribuindo com distribuição gratuita de pipoca para 300 crianças.

Preço
R$ 1,50 o saquinho (igual a todos os outros)

Resultados
Vende 20 vezes mais que todos os outros concorrentes juntos.
Virou referencial.
Está tendo projeção gratuita em revistas, TV, etc.
Inúmeras novas oportunidades de negócio estão aparecendo.


0 comentários:

 

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - O FOGO.

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - A RODA.

CONVERSAR ON-LINE

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - O 1º PASSO É SEU.

RECEBA BOX H NO SEU E-MAIL.

Copyright 2008-2012 © HOME I Homero Fischer All Rights Reserved • Design by Dzignine