Keblinger

Keblinger

A Confiança nos Relacionamentos. Teste.

08 novembro 2010
Para qualquer profissional de qualquer área, gerar confiança nos seus relacionamentos de trabalho é a primeira coisa que deve ser feita.

Em determinadas atividades gerar confiança é muitas vezes, mais importante que ter habilidades, competências e conhecimento específicos, como no caso de vendedores, pessoal financeiro, gerentes, atendimento ao público, etc.

Confiança é fundamental, sua existência gera um ambiente positivo nos negócios, as pessoas irão cooperar mais, há credibilidade mútua entre as pessoas, o trabalho fica mais fácil, há menos conflitos e os resultados sempre são superiores.

Em qualquer relacionamento a confiança pode ser vista de duas formas:

* Comportamentos e atitudes que você tem que geram confiança.

* Comportamentos e atitudes que você tem que não geram confiança.

Segue um pequeno teste para você avaliar seus comportamentos sobre gerar ou não confiança nos relacionamentos. Atribua a cada comportamento um dos três graus abaixo:

( 3 ) Se o seu comportamento é Freqüentemente / Sempre

( 2 ) Se o seu comportamento é Às Vezes Sim / Às Vezes Não

( 1 ) Se o seu comportamento é Raro / Nunca

Comportamentos

(  ) A. Cumpro sempre o que prometo.

(  ) B. Digo sempre o que penso e sinto sem me preocupar em agradar aos outros.

(  ) C. Aceito as pessoas como elas são.

(  ) D. Não Escondo o jogo; passo aos outros as informações relevantes para eles e para o relacionamento.

(  ) E. Faço sempre o que digo.

(  ) F. Descrevo os fatos como aconteceu, sem pintar a paisagem.

(  ) G. Convivo com valores, sentimentos, prioridades diferentes das minhas.

(  ) H. Meu coração é um livro aberto, tomo a iniciativa de me relacionar com as pessoas.

(  ) I. Creio que as pessoas acreditam em mim.

(  ) J. Tenho convicção sobre minhas idéias, não as mudo todo momento.

(  ) K. Não sou crítico ou impaciente com os outros.

(  ) L. Acredito no ganha-ganha durante os relacionamentos.

INTERPRETAÇÃO GLOBAL

Some os graus atribuídos a cada comportamento. Quanto maior o total, maior o seu potencial de geração de confiança. O grau máximo é 36; o médio 24; o mínimo 12.

INTERPRETAÇÃO ESPECÍFICA

Para ajudar compreender melhor o aspecto confiança pode ser dividido em quatro fatores

Aspectos Questões

Credibilidade                    A E I

Coerência / Exatidão         B F J

Receptividade / Aceitação C G K

Clareza / Abertura            D H L

Todos os fatores estarão presentes em uma pessoa, alguns como força, outros como fraqueza. Vamos ao conceito de cada um:

CREDIBILIDADE

Aquele elemento que possui credibilidade:
Cumpre o que promete.
Faz o que diz.
Ex. Se marcar um compromisso para 5 horas, às 5 horas ele estará lá.

COERÊNCIA / EXATIDÃO

Quem possui coerência/congruência:
Diz o que pensa e sente, sem procurar necessariamente agradar à outra parte.
Descreve os fatos como acontecem, sem pintar a paisagem. É muito objetivo.
Tem convicção sobre suas idéias, não a muda a todo instante.
Ex. Se ele diz que gostou de sua idéia é porque, realmente, gostou mesmo.

RECEPTIVIDADE / ACEITAÇÃO

Quem possui receptividade / aceitação:
Aceita as pessoas como elas são
Convive com sentimentos, valores, prioridades diferentes das suas
Não é crítico ou impaciente com os outros
Ex. Se a outra pessoa tem opinião diferente, isto, de forma alguma, é razão para conflito

CLAREZA / ABERTURA

Quem possui clareza:
Não esconde o jogo; passa aos outros as informações relevantes para eles e para o relacionamento
Abre-se com os outros, toma a iniciativa do relacionamento, não se esconde
Ex. Se a pessoa possui clareza, ela fornece textos, informações sobre o que está sendo tratado, pois acredita que os resultados acabam sendo maiores que as partes.

O ideal seria que você possuísse os quatro fatores como forças e nenhuma fraqueza. Sempre geraríamos confiança na outra parte, porém o que acontece é que todos nós temos uma grande força e uma grande fraqueza entre os quatro fatores. Qual sua maior força? Qual sua maior fraqueza?

Verifique pelos resultados do teste quais as questões em que assinalou o grau 3, aí estarão suas forças. Seguindo a mesma linha de raciocínio, procure ver as questões em que assinalou o grau 1, aí estarão suas fraquezas.

Dica final: O teste seria mais válido se outra pessoa respondesse sobre você. Por que não experimenta? (Vídeo: Isto que é confiança.)

0 comentários:

 

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - O FOGO.

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - A RODA.

CONVERSAR ON-LINE

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - O 1º PASSO É SEU.

RECEBA BOX H NO SEU E-MAIL.

Copyright 2008-2012 © HOME I Homero Fischer All Rights Reserved • Design by Dzignine