Keblinger

Keblinger

Marketing para Alienígena.

21 fevereiro 2011

As empresas que vendem automóveis (concessionárias, revendas, autoshoppings) são estranhas, principalmente quanto ao marketing que fazem para vender.

Próximo de onde resido, existe uma grande concessionária de veículos, pois bem, neste fim de semana eles resolveram fazer uma ação de “marquetim”, sim, deveria ser escrito desta maneira a ação que foi feita.



Primeiro acordei às oito horas da manha com um funk de péssimo gosto no último volume, olhei pela sacada do apartamento e vi meia dúzia de moças agitando bandeiras, com slogans onde a criatividade passou a anos luz, tipo primeira parcela para a Páscoa outro dizia tudo sem entrada, e por aí vai.

Lá pelas onze horas o circo de horrores ficou pior, apareceram duas pessoas em pernas de pau, um ciclista em um mono ciclo e uns três palhaços correndo de um lado para outro distribuindo panfletos.

Agora responda:

Você compraria seu automóvel em uma empresa que faz este tipo de promoção? Será que este tipo de coisa ajuda a vender?

Não me contive, e fui até a concessionária ver o que rolava, logo que entrei fui abordado por um vendedor que perguntou: “qual carro você quer?”, falei qualquer um só para continuar o papo e ele começou imediatamente a malhar a venda, só que através do valor da prestação baixa, nem perguntou como eu iria pagar, caso tivesse interesse em alguma coisa, bom, para quem não perguntou meu nome e ficava me tratando de você o tempo todo, não poderia esperar outra coisa.

Rodei um pouco mais pelo show room até encontrar o gerente (que não sei até hoje se é de vendas, geral ou que diabos é), comecei a falar da ação de marketing que estava acontecendo e ele todo orgulhoso fez o seguinte comentário:

"Você (olha o você, novamente) sabe a gente tem que inovar, e além disso está ação vai ajudar na propaganda que a gente fez na TV este fim de semana."

Perguntei se o troço saiu caro, e ele com um sorriso no rosto, respondeu:

“Gastamos uma nota preta”

Agradeci e fui embora certo que está empresa gastou dinheiro para fazer uma ação visando atrair algum alienígena do planeta idiotariz da galáxia de incompendromedra.

Não é à toa que pessoas que vendem automóveis são pessoas consideradas pouco confiáveis, (pesquisas afirmam, não eu), ficando abaixo de políticos, advogados, corretores, etc.

Dizem que o segundo maior sonho do brasileiro é possuir um automóvel, coitado do brasileiro que quer realizar este sonho, irá enfrentar, propaganda ruim, pessoas mal educadas, sem preparo, sem a mínima noção do que é surpreender (positivamente) o cliente, sem competência no que fazem, ser visto como alguém que deve ser escalpelado até o útimo centavo, e pagar caro por tudo isto através de financiamentos e taxas exorbitantes.

Deste fim de semana posso tirar duas lições:

Primeiro é esperar que a tal “ação de marquetim” não se repita no próximo fim de semana, (é, foram dois dias de funk das 8h às 18h, ninguém agüenta).

Segundo que alienígenas existem; e que as revendedoras de veículos já sabem disto há muito tempo (a  NASA é que não sabe), pois já estão desenvolvendo ações mercadológicas para vender automóveis para eles.

0 comentários:

 

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - O FOGO.

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - A RODA.

CONVERSAR ON-LINE

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - O 1º PASSO É SEU.

RECEBA BOX H NO SEU E-MAIL.

Copyright 2008-2012 © HOME I Homero Fischer All Rights Reserved • Design by Dzignine