Keblinger

Keblinger

Aprendendo com o vendedor da roça.

31 março 2011

A história pode até ser antiga, mas a lição é sempre atual. Conta-se que:

Um rapaz simples foi fazer uma entrevista de emprego em uma grande loja de departamentos, aquele tipo de mega loja que tem tudo que você pode imaginar.

Iniciada a entrevista o gerente de vendas pergunta ao rapaz:
Você já trabalhou alguma vez como vendedor?
Bem, acho que sim, eu fazia uns negócios lá na minha roça. 

Mais algumas perguntas, e o gerente resolve dar uma oportunidade para o rapaz simples, mesmo sabendo que ele não tinha muita experiência formal como vendedor. 

Amigo, gostei do seu jeito pode começar amanhã pela manhã, no final da tarde venho ver como você se saiu. 

O dia seguinte foi longo e corrido para o rapaz simples, e lá pelas 18 horas o gerente foi verificar qual o resultado do novo vendedor durante seu primeiro dia.

E aí amigo, quantas vendas você fez hoje? 
Uma! Responde o rapaz. 
Só uma? A maioria dos outros vendedores fez entre 20 a 30 vendas.

De quanto foi está venda?
Um milhão de reais. 

Espantado o gerente pergunta. Como você conseguiu isso? 

Bem; o cliente entrou na loja e eu lhe vendi um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol bem grande. 

Depois vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência média e uma bem grossa. Para pescaria pesada. 

Perguntei onde ele ia pescar e ele me disse que ia fazer pesca em alto mar.
Eu sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então o acompanhei até a seção de náutica e lhe vendi uma lancha importada. 

Aí eu disse a ele que talvez um carro pequeno não fosse capaz de puxar a lancha e o levei à seção de carros e lhe vendi uma caminhoneta com tração nas quatro rodas. 

Perplexo, o gerente perguntou: Você vendeu tudo isso a um cliente que veio aqui para comprar um pequeno anzol? 

Não senhor. Ele entrou aqui para comprar um pacote de absorventes para a mulher, e eu disse: Já que o seu fim de semana está perdido, por que o senhor não vai pescar?  

Um bom vendedor não é necessariamente aquele que tem muitos anos de “experiência”, mas aquele, que está empenhado em explorar todas as necessidades explícitas e não explícitas do cliente, além de procura não só atender, mas superar as expectativas.

0 comentários:

 

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - O FOGO.

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - A RODA.

CONVERSAR ON-LINE

RESISTÊNCIA A MUDANÇAS - O 1º PASSO É SEU.

RECEBA BOX H NO SEU E-MAIL.

Copyright 2008-2012 © HOME I Homero Fischer All Rights Reserved • Design by Dzignine